O orçamento e a justiça Social

O Insurgente | Fevereiro 7, 2016 | Carlos Guimarães Pinto

Se o leitor for solteiro e ganhar mil euros por mês, com este orçamento de estado receberá mais 5€ por mês. Mas não vá já gastar tudo de uma vez porque se fizer 40kms por dia de automóvel, acabará por pagar esses 5€ no aumento dos impostos sobre o combustível. Se tiver a sorte de trabalhar no público ficará na mesma situação, mas trabalhará apenas 35 horas por semana a partir de Julho.
Se tiver o azar de ganhar 650€ fica exactamente igual. Não ganha nada. Mas se conduzir automóvel pagará o imposto adicional como todas as outras pessoas. Ou seja, as medidas do orçamento de estado deixaram-no pior do que estava.
Por outro lado, pode confortá-lo saber que quem tiver uma pensão de 6 mil euros ficou a ganhar cerca de 200€ por mês com este orçamento de estado, quase um terço do seu salário. Ou, melhor ainda, quem tiver uma pensão de 10 mil euros terá um aumento de rendimento de mais de mil euros. Só o aumento dessa minoria corresponde ao dobro do seu salário. Se quiser conhecer os privilegiados, basta ligar a televisão e ver os comentadores grisalhos que festejam o fim da austeridade.
Já se for dos sortudos que é solteiro e ganha 2 mil euros por mês (brutos), então com este orçamento ficou a ganhar 22€ por mês (Se for funcionário público isto sobe para os 40€ e ainda trabalha menos horas pelo que poderá receber mais em horas-extra). A parte do sortudo no princípio deste parágrafo é para o facto de ser solteiro. Porque, se com o mesmo salário ainda tiver mulher/marido e 2 filhos para sustentar, então este orçamento devolve-lhe menos de 2€ por mês, facilmento engolidos pelos impostos adicionais de meio tanque de combustível por mês para dar uns passeios ao Domingo.
Mas a sorte em não ser casado não se esgota nos salários de 2 mil euros. Se for um executivo com salário bruto de 4 mil euros por mês (cerca de 2500€ líquidos), então ficará a ganhar 22€ por mês. Mas não diga mal da sua sorte porque se ganhasse o mesmo mas tivesse que sustentar mulher e dois filhos este orçamento de Estado obrigá-lo-ia a pagar mais IRS. Ninguém o mandou casar-se e ter filhos.
Justiça social é isto, em que um só pensionista milionário vê o seu rendimento aumentar tanto com este orçamento como 500 famílias da classe média. Pense nisso quando vir o PS, o BE e o PCP a levantarem-se alegremente para aprovar este Orçamento de Estado.
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

Suécia persegue parteiras que se negam a praticar abortos

Gomes-Pedro: “A mãe não precisa de descansar e dormir, precisa é de namorar com o seu bebé”