Regimes de dieta

João Pereira Coutinho | Correio da manhã 26.02.2016

O neoliberalismo causa obesidade. Só o comunismo é que não. 

Não se riam: o ‘neoliberalismo’ causa obesidade? A médica Isabel do Carmo diz que sim e eu assino por baixo. Se o ‘neoliberalismo’ é responsável pelo enriquecimento de uma sociedade, é óbvio que o excesso de tonelagem não se fica apenas pela aristocracia ou pelo politburo. Os quilos são democraticamente distribuídos pela plebe, que pela primeira vez na história sabe o que é comer até rebentar. Claro que exageros são sempre exageros – e talvez Isabel do Carmo tenha outros modelos como terapia. Na União Soviética, na década de 1930, havia mais formosura nas ossadas do povo, apesar de 7 milhões (no mínimo) terem exagerado na dieta. E na China, entre 1959 e 1961, o Grande Salto para a Elegância deixou ficar 35 milhões (no mínimo) pelo caminho. Hoje, perante um Ocidente balofo, só o povo adelgaçado da Coreia do Norte oferece uma esperança – e um exemplo. Saibamos honrá-lo.
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

Suécia persegue parteiras que se negam a praticar abortos

Gomes-Pedro: “A mãe não precisa de descansar e dormir, precisa é de namorar com o seu bebé”