Como o clima tem a ver com a nossa vida

Como o clima tem a ver com a nossa vida, explicado pelo climatologista da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Palavra de cidadão de Carlos da Camara
Visão, Quinta, 12 de Dezembro de 2013

 "O clima é o que fica da meteorologia depois de esquecermos tudo o que experimentámos do tempo que fez nos dias que passaram. Por isso, o clima apresenta semelhanças com a cultura, na medida em que esta também é feita do que sobra de aprendizagens esquecidas.
Tal como a cultura, o clima que nos rodeia não se vê, mas sentimos os seus efeitos.
Na vegetação natural que aprendeu a conviver com o fogo, elemento de uma paisagem condicionada pelas sequências de invernos pautados por episódios de chuva diluviana ou por secas intermináveis, a que se seguem estios pontuados por ondas de calor.
Na disposição das povoações antigas, deixando desimpedidas as linhas de água e dispondo os arruamentos consoante os ventos dominantes. Nos conventos erigidos em zonas beneficiadas pelos microclimas e nos moinhos alcandorados nos cumes mais ventosos.
Na arquitetura rural, reflexo da sabedoria acumulada que soube colocar telhados inclinados e paredes grossas de granito nos casarios do norte agreste e chuvoso, preferindo os terraços, as cisternas e as paredes brancas nas habitações do Algarve ensolarado.
Sendo clima e cultura o que são, uma sua convivência sã com o homem pressupõe uma memória coletiva e um entendimento do futuro em que o dia de amanhã ultrapasse o prazo de vinte e quatro horas, o próximo ano económico ou o fim da legislatura. Conceitos estranhos para a sociedade de hoje, autista, amnésica e egocêntrica, onde sucesso é sinónimo de lucro imediato.
O fogo que devora as nossas florestas, as inundações que assolam as nossas cidades e a ligeireza com que se tomam decisões determinantes para a vida das gerações futuras são apenas três sinais do presente divórcio entre homem, natureza e história.
Cada vez mais se impõe um novo tempo das catedrais. Onde o homem possa viver em comunhão com o espaço e o tempo. Na alegria, como Deus manda.
Por isso, hoje mais do que nunca, o clima e a cultura são uma questão fulcral de cidadania. Porque, no fundo, temos e teremos sempre o clima, a cultura e, sobretudo, a qualidade de Vida que soubermos merecer."

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Se eu fosse filmado secretamente...

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

A família, espaço de resistência