terça-feira, 27 de outubro de 2015

Peregrinos por Portugal

O tempo que vivemos é um tempo conturbado, a que alguns chamam histórico, em que muitas regras de convivência social e parlamentar foram quebradas, o que tem necessariamente a consequência de um ambiente de permanente quezília, conduzindo o debate de ideias sobre o nosso futuro comum ao nível da discussão futebolística que, ignorando totalmente o desempenho desportivo das equipas em campo, resume a contenda a apreciações subjectivas e emotivas de árbitros, treinadores e presidentes. O resultado é um ambiente conflituoso e agressivo.
Recordo uma frase de Gandalph, o cinzento, o feiticeiro de "O Senhor dos Anéis", de Tolkien, dirigindo-se a Frodo, em tempos também difíceis: 
"A nós não nos cabe decidir o que acontece. Tudo o que nos cabe decidir é o que fazer com o tempo que nos é dado".
Uma grande amiga, peregrina de Fátima, decidiu usar o tempo do seu sábado, propondo-o a quem se quiser juntar, para peregrinar de Minde até Fátima, pedindo a Nossa Senhora, que olhe por Portugal. Podem saber como aqui:  Peregrinos por Portugal  ou no Facebook também em Peregrinos por Portugal
Enviar um comentário