Natal em Família

É Natal. Estamos no limiar de um Novo ano.
É boa altura para pensar na Família.
A família é o melhor que se pode ter nesta vida.
Sem família como é possível combater as chagas sociais que nos assolam?
Como podemos pretender a cura de um toxicodependente se não tem para onde voltar?
Como combater o aborto, que mesmo aqueles que o defenderam reconhecem que se transformou numa chaga social, se não soubermos acolher e recriminarmos uma gravidez na adolescência? Ou uma gravidez indesejada?
Como combater a eutanásia se desprezarmos os nossos idosos?
Como combater a solidão sem família?
Como combater a depressão e o suicídio sem o apoio da família?
Como enfrentar a doença sem a família a acompanhar?
Aparentemente estamos todos preocupados com estas situações.
São também propostas medidas sociais para tentar minorar estes problemas.
Mas devemos começar pelo essencial.
E o essencial é a Família.
Comecemos por nós próprios. Lutemos pela estabilidade do Matrimónio.
Esta é uma boa ocasião para pensar nos outros, começando pelos nossos familiares mais próximos. Começando pelos nossos filhos.
Desejo a toda a equipa profissional da APFN, a todos os Corpos Sociais, a todos os nossos associados e amigos um Santo Natal em família.
Ninguém deve ficar de fora. Esqueçamos os problemas materiais que não valem nada e vamos contemplar o Presépio tomando como modelo a Sagrada Família.
O melhor presente que podem dar aos vossos filhos é um Natal em Paz e em família.
Luis Cabral
Presidente da Direcção da APFN

Comentários

Mensagens populares deste blogue

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

A família, espaço de resistência

Se eu fosse filmado secretamente...