Peregrinação a pé a Fátima - 8 a 13 de Outubro

“...Mas, falando da fé, é quase impossível não sentir pairar a pergunta de Cristo: “Mas o Filho do Homem, quando vier, encontrará fé sobre a terra?”. Pode-se achar essa pergunta um pouco exagerada no começo de um encontro como o nosso, [ou de uma carta a convidar para uma peregrinação]…, mas para mim não parece nada exagerada, dada a dificuldade que tantas vezes todos nós temos para reconhecer o Mistério como real no nosso meio. Vimos isso em várias ocasiões fazendo a Escola de Comunidade sobre a fé: não é raro perceber o Mistério como abstracto. Sobre isso, eu ouvi de tudo: auto-convencimento, dedução, projecção… Não quer dizer que essa pergunta não nos diga respeito, diz sim, e esse é o ponto! Logo que aparece qualquer percurso a ser feito com a razão, a existência do Mistério para nós torna-se fruto de um raciocínio, de uma dedução, mais do que um reconhecimento..”
Padre Julián Carrón, na abertura dos Exercícios da Fraternidade Comunhão e Libertação, Maio 2008

11 de Julho de 2008, dia de S. Bento,padroeiro da Fraternidade de Comunhão e Libertação

Queridos Peregrinos,
Os dias de caminho que faremos na 26:ª peregrinação Lisboa-Fátima no próximo mês de Outubro serão carregados deste pedido: que Cristo permita que consigamos aprender a reconhecê-Lo no meio de nós. Para isso peçamos-lhe, antes de mais, um coração pobre, um coração capaz de O reconhecer como companheiro de caminho, um coração dócil, disposto a aprender com a experiência de fé que certamente todos iremos fazer.
Despedimo-nos até à reunião de preparação no dia 1 de Outubro, chamando a vossa atenção para os avisos práticos que podem encontrar aqui.
Recebam um abraço dos vossos,
Padre João Seabra
Ricardo Saldanha / Joana Queiroz / Pedro Aguiar Pinto

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Tentar perceber

Uma companhia criativa

OS JOVENS DE HOJE segundo Sócrates