A semente lançada à terra




POVO    05.02.2019

"A verdade é como a semente lançada à terra. Aí fica, parece que inútil e morta. Mas eis que virá o dia em que no fragor da queda dos mitos e das imposturas que foram corroendo os indivíduos e as nações, ela romperá o chão sob o qual se escondia, crescerá e dará fruto."

D. António dos Reis Rodrigues 


Em mês de Missões País, confirma-se como a verdade cresce e dá fruto, na alegria dos jovens nas JMJ e nesta  revolução silenciosa que o meu pai testemunhou em 2015 e que tem crescido pelo interior do nosso país. Este ano, estas Missões universitárias envolvem mais de 3000 jovens, em missão em mais de 50 localidades portuguesas


"Não sei se o Papa Francisco sabe que em Portugal estamos em semana de Missões Universitárias, num tempo de generosidade e gratuidade em que os jovens estudantes deixam as suas casas, saem da sua zona de conforto, para darem o melhor de si mesmos e do seu tempo a pessoas e comunidades vulneráveis. (...) a boa notícia não é só que as JMJ se realizem em Lisboa, em 2022, e que o Papa Francisco volte a Portugal. A boa notícia é saber que uma esmagadora maioria de jovens de todo o mundo já vive com consciência da urgência da paz."  (Laurinda Alves)


POSTS de JANEIRO

A excepção portuguesa: porque não temos uma direita radical?

 Jaime Nogueira Pinto

Deixar-se surpreender por um bom pai  Monsenhor Fernando Ocáriz
A urgência da paz   Laurinda Alves
O outro lado da foto mais famosa das JMJ 2019
Jornalismo a meia haste  Graça Franco
Não há cura Nuno Rogeiro
AGENDA

Curso Thomas Moore 
Lisboa - Março 2019


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Se eu fosse filmado secretamente...

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

A família, espaço de resistência