Podia não ter acontecido


Podia não ter acontecido. Esta é a definição mais vertiginosa de acontecimento, revelando toda a sua fragilidade, mas ao mesmo tempo toda a sua natureza de dom. Faz hoje 43 anos que nos falámos pela primeira vez. Já contei essa história aqui.
Mas gosto de voltar a esse dia para tomar consciência do ponto de partida, do caminho feito e acrescentar alento para o resto do caminho.


Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

Suécia persegue parteiras que se negam a praticar abortos

Gomes-Pedro: “A mãe não precisa de descansar e dormir, precisa é de namorar com o seu bebé”