Dia da Mãe é assinalado em todo o mundo, mas em datas muito diferentes

MARÍLIA FREITAS   RR ONLINE   04.05.2018
Em Portugal, o Dia da Mãe começou por ser comemorado a 8 de dezembro. A data foi alterada para o primeiro domingo de maio na década de 1970. Pelos quatro cantos do mundo, comemora-se o Dia da Mãe, mas a data varia consoante o país.
No próximo domingo, o primeiro de maio, assinala-se o Dia da Mãe. Durante muito tempo, em Portugal, a data comemorava-se a 8 de dezembro, dia da Imaculada Conceição, e ainda hoje há quem prefira celebrar nessa data.
Não é certo em que ano terá acontecido a mudança para este mês, mas "deve ter sido nos anos 70 ou 80", conta José Ribeiro da Cruz, do secretariado nacional do Apostolado dos Leigos e da Família, em entrevista à Renascença.
A história começa a contar-se na década de 1950, quando a Mocidade Portuguesa Feminina decidiu instituir o Dia da Mãe em Portugal, fixando-o a 8 de dezembro.
O aproveitamento comercial da data conduziria, porém, a um pedido especial dos bispos. “Ainda antes de 1974, a Conferência Episcopal Portuguesa pediu à Mocidade Portuguesa Feminina que o Dia da Mãe fosse deslocado para data diferente, a fim de permitir que o 8 de dezembro ficasse exclusivamente ligado a Nossa Senhora, padroeira de Portugal”, partilha Ribeiro da Cruz, citando uma nota da Comissão Episcopal da Família, datada de março de 2000.

O pedido foi aceite e o Dia da Mãe foi, num primeiro momento, marcado para o último domingo de maio, uma vez que, na tradição católica, maio é o mês de Maria, mãe de Jesus. Mas essa não seria a última mudança.
Na mesma nota, pode ler-se a razão de segunda troca de data. “Como no último domingo de maio ocorrem com frequência a solenidade de Pentecostes ou a da Ascenção, foi pedido que o Dia da Mãe se fixasse no primeiro domingo de Maio, no qual, pelo calendário litúrgico, não ocorre nenhuma festa de especial importância. E assim permaneceu até hoje”, remata o representante do Secretariado Nacional do Apostolado dos Leigos e da Família.
Quando e onde se comemora o Dia da Mãe?
A comemoração do Dia da Mãe varia muito em todo o mundo, repartida por vários meses do ano.
A origem remonta à antiguidade clássica. Na Grécia antiga, a entrada da primavera era festejada em honra de Rhea, mãe dos deuses. Já os romanos, no início de março, homenageavam durante três dias Cibele, a mãe de todos os deuses.
Os Estados Unidos da América foram o primeiro país a oficializar o Dia da Mãe, no início do século XX. A iniciativa partiu de Annie Jarvis, que entrou em depressão depois de perder a sua mãe na Guerra Civil. Annie achou que a sua e todas as outras mães americanas mereciam uma homenagem e iniciou uma campanha para cimentar a data.
Em 1914, o presidente Thomas Woodrow Wilson tornava o dia oficial. Atualmente, os americanos comemoram o Dia da Mãe no segundo domingo do mês de maio.
Um bom dia para o comércio
No Brasil e nos Estados Unidos, o Dia da Mãe é a segunda melhor data para o comércio, ficando apenas atrás do Natal. De acordo com a National Retail Federation, este ano, cada americano deverá gastar em média 180 dólares (160 euros) para presentear a respetiva mãe. Cerca de 30% dos norte-americanos planeiam fazer compras em floristas, joalharias e equipamentos eletrónicos.
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

A família, espaço de resistência