domingo, 4 de dezembro de 2016

Tribunal ordena remoção de estátua de Nossa Senhora em França

A imagem encontra-se num parque público e foi paga pelo município. As autoridades têm três meses para cumprir a ordem do tribunal.


A vila de Publier, no leste de França terá de remover uma imagem de Nossa Senhora que se encontra num parque público, sob pena de pagar uma multa de 100 euros por dia, segundo a BBC.
Um tribunal francês considerou que a presença da estátua, que está voltada para as águas do lago de Léman, viola a separação entre a Igreja e o Estado.
A imagem de Nossa Senhora de Léman foi erigida em 2011, paga pelo município, e desde então que tem estado no centro de alguma controvérsia, chegando ao tribunal. A câmara tem agora três meses para cumprir com a ordem judicial e o autarca já afirmou que vai procurar um terreno privado onde colocar a Nossa Senhora.
França tem uma das leis mais rígidas de separação entre Igreja e Estado, mas críticos dizem que a insistência do Estado em afastar tudo o que é simbolismo religioso da praça pública corresponde mais a perseguição religiosa. O país foi o primeiro a proibir a utilização de vestuário religioso em edifícios públicos, incluindo escolas, o que afectou sobretudo mulheres muçulmanas que utilizem véus parciais ou que cobram totalmente a cara, mas também cristãos e judeus.
Esta semana o Parlamento aprovou uma lei que criminaliza páginas de internet que procurem convencer as mulheres a não abortar e a semana passada o Governo confirmou a proibição de transmissão de um anúnciodirigido a mulheres cujos bebés são diagnosticados com trissomia 21, porque podia perturbar a consciência de quem, na mesma situação, tinha optado pelo aborto.
Enviar um comentário