O tempo da burocracia não é o tempo do doente

FAMÍLIA CRISTÃ   19.12.16  

O Pe. Alberto Mendes trabalha há muitos anos em cuidados paliativos. Diz que «os cuidados paliativos nunca serão cuidados paliativos se não tiverem uma dimensão espiritual». O autor de Cuidados Paliativos: diagnóstico e intervenção espiritual fala em do «privilégio» e da «lição» que é estar nos últimos momentos de vida. Ouça a entrevista.


Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

Suécia persegue parteiras que se negam a praticar abortos

Gomes-Pedro: “A mãe não precisa de descansar e dormir, precisa é de namorar com o seu bebé”