Educar é um risco

A Renascença promove, em associação com o Fórum para a Liberdade de Educação, uma semana da educação, no período de debate da reforma curricular apresentada pelo ministro da Educação para o ensino básico e secundário. Educar é um risco porque é sempre uma proposta à liberdade de cada um. O que está em causa de imediato é uma reforma curricular, mas o que está em jogo verdadeiramente passa por uma reforma de atitudes. 
A começar pela educação na família.
Proponho como reflexão ontológica esta intervenção de D. Manuel Clemente no Congresso do Ensino Superior , no passado mês de Novembro sobre a tarefa da educação que, em última análise, consiste em extrair (e-ducere) do outro o que ele de melhor tem.
É um tema vital para o nosso futuro colectivo de que ninguém se pode sentir excluído. Até porque a educação é uma tarefa pessoal de toda a vida. 
Estejamos, por isso, atentos ao debate que vai acontecer durante a semana na Rádio Renascença.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Se eu fosse filmado secretamente...

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

A família, espaço de resistência