Biodiversidade

No rescaldo da aprovação, ontem, da co-adopção por pares de pessoas do mesmo sexo fico perplexo com a falta de convicções de quem nos representa. Hoje os jornais falam também de uma surpresa que só pode revelar incompetência. Não podem dizer que não foram avisados como revela esta carta de um membro do Conselho Nacional do CDS/PP entregue em mão na véspera da votação. Para quem não sabe dar (ou dar-se) razões fundamentadas para a inadequação da adopção por homossexuais o pensamento do dia do Pe. Vasco Pinto de Magalhães vem a propósito. Em defesa da biodiversidade!
Um grande filósofo, escrevendo sobre o amor e a felicidade, disse que a união diferencia! Sim, não só a união se enriquece com as diferenças, pois a comunhão não é confusão nem somatório (e dois iguais nada de novo acrescentam), como a comunhão esclarece e purifica as diferenças, pois faz apurar e clarificar o papel de cada um na sua complementaridade. O igualitarismo, de etnia, de sexo, de cultura ou de religião, tem como consequência um mundo e uma humanidade empobrecidos.
ONDE HÁ CRISE, HÁ ESPERANÇA
Um pensamento por dia: ver em tudo o que acontece uma oportunidade de crescimento

Comentários

Mensagens populares deste blogue

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

A família, espaço de resistência

Se eu fosse filmado secretamente...