domingo, 27 de março de 2016

Assim se fazem as cousas

 | Blasfémias | 26 MARÇO, 2016
“O problema da TAP está no processo de privatização e no Governo. É preciso parar o processo de privatização e é preciso mudar de Governo. O Governo não tem legitimidade política para o que está a fazer”, sustentou o deputado do PS, antes de acusar o atual executivo de ser “obcecado” com as privatizações em fase final de mandato, de ser “pouco transparente” e de não ter espírito de diálogo nem com os partidos da oposição nem com as estruturas sindicais
Notas:
  1. TAP foi privatizada pelo governo PSD/CDS por concurso público internacional competitivo
  2. Metro do Porto foi concessionado pelo governo PSD/CDS por ajuste directo com consulta a 24 concorrentes depois de um concurso internacional competitivo sem vencedor
  3. Governo PS mudou a privatização da TAP em negociações secretas com os vencedores. Os contornos exactos desta negociação não são conhecidos.
  4. Concessão do metro do Porto à Barraqueiro foi prolongada pelo governo PS sem qualquer tipo de concurso.
  5. A Barraqueiro está no negócio da TAP e no negócio da Metro do Porto.
  6. Em nenhum destes negócios feitos pelo governo PS houve acusações de falta de transparência.


Enviar um comentário