Assim se fazem as cousas

 | Blasfémias | 26 MARÇO, 2016
“O problema da TAP está no processo de privatização e no Governo. É preciso parar o processo de privatização e é preciso mudar de Governo. O Governo não tem legitimidade política para o que está a fazer”, sustentou o deputado do PS, antes de acusar o atual executivo de ser “obcecado” com as privatizações em fase final de mandato, de ser “pouco transparente” e de não ter espírito de diálogo nem com os partidos da oposição nem com as estruturas sindicais
Notas:
  1. TAP foi privatizada pelo governo PSD/CDS por concurso público internacional competitivo
  2. Metro do Porto foi concessionado pelo governo PSD/CDS por ajuste directo com consulta a 24 concorrentes depois de um concurso internacional competitivo sem vencedor
  3. Governo PS mudou a privatização da TAP em negociações secretas com os vencedores. Os contornos exactos desta negociação não são conhecidos.
  4. Concessão do metro do Porto à Barraqueiro foi prolongada pelo governo PS sem qualquer tipo de concurso.
  5. A Barraqueiro está no negócio da TAP e no negócio da Metro do Porto.
  6. Em nenhum destes negócios feitos pelo governo PS houve acusações de falta de transparência.


Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

O grande educador sexual

Suécia persegue parteiras que se negam a praticar abortos