sexta-feira, 22 de abril de 2016

Dia Internacional da Mãe Terra?


Hoje é o dia da Terra. Aliás, de acordo com a resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas 63/278 de 22 de Abril de 2009, a Assembleia Geral decidiu designar o dia 22 de Abril como o dia Internacional da Mãe Terra. Não obstante a atenção que devemos prestar à interacção que temos com o planeta que nos acolhe, a nossa relação com ele/ela não é de filiação. É o argumento de Chesterton que com toda a sua genialidade lhe chama antes, irmã e até mesmo irmã mais nova:
"Só o sobrenatural tem uma visão saudável da Natureza. A essência do panteísmo, evolucionismo e das religiões cósmicas modernas está nesta proposição: que a Natureza é nossa mãe. Infelizmente, se olharmos para a Natureza como mãe, descobriremos que ela é uma madrasta. O ponto principal do cristianismo era este: a Natureza não é nossa mãe: a Natureza é nossa irmã. Podemos ser orgulhosos da sua beleza, uma vez que temos o mesmo pai; mas ela não tem autoridade sobre nós; temos que a admirar, mas não que a imitar. Isto dá ao prazer tipicamente cristão nesta terra um estranho toque de leveza que é quase frivolidade. A Natureza era uma mãe solene para os adoradores de Isis e Cibeles. A Natureza era uma mãe solene para Woodsworth ou para Emerson. Mas a Natureza não é solene para Francisco de Assis ou para George Herbert. Para S. Francisco, A Natureza é irmã, e mesmo uma irmã mais nova: uma pequena, irmã bailarina, para nos rirmos dela e para a amarmos"
G. K. Chesterton
____
Enviar um comentário