Novembro, mês das Almas

O mês de Novembro que começa com toda esta agitação no nosso ambiente político é, como sempre foi, o mês das Almas. Meditar na eternidade parece-me uma coisa boa para estes tempos tão fugidios. 
O desafio à santidade pessoal que nos é colocado todos os dias, mas com especial relevo no dia de Todos os Santos, é muito bem ilustrado nesta carta do diabo Escritorpe para o seu sobrinho aprendiz:
"…há que evitar por todos os meios possíveis que os humanos tomem para si o exemplo de outros que passaram, antes deles, por esta terra. 
Não há nada mais abominável que um santo que ilumina essa gentalha, ajudando-a a atravessar as dificuldades da vida." (aqui)
Para o conseguir o tio ensina 4 estratégias. Hoje segue a primeira estratégia. Ao longo da semana seguem as outras.
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

Suécia persegue parteiras que se negam a praticar abortos

Gomes-Pedro: “A mãe não precisa de descansar e dormir, precisa é de namorar com o seu bebé”