O que nos é mais caro no cristianismo é o próprio Cristo


O imperador interrogou os cristãos: "Homens estranhos... Dizei-me vós mesmos, ó cristãos, abandonados pela maioria de vossos irmãos e de vossos chefes, o que vos é mais caro no cristianismo?". Levantou-se, então, o starets João e respondeu com doçura: "Ó grande rei, o que nos é mais caro no cristianismo é o próprio Cristo. Ele próprio e tudo o que dEle vem, porque sabemos que nEle habita corporalmente toda a plenitude da Divindade".
(SOLOVIEV, Vladimir. Breve conto sobre o Anticristo).
filósofo, teólogo, poeta e crítico literário russo (1853-1900)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Se eu fosse filmado secretamente...

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

A família, espaço de resistência