Morreu o padre Ângelo Favero que confessava na Igreja do Loreto


Faleceu no passado dia 8 de maio, aos 98 anos de idade, o padre Ângelo Favero, que há mais de 60 se dedicava, sobretudo, à confissão, na igreja do Loreto, em Lisboa.

"A Igreja de Lisboa está-lhe profundamente reconhecida pelo seu testemunho sacerdotal e pelo seu ministério, muito particularmente pela dedicação generosa e dedicada como Confessor e Diretor espiritual. Foram tantíssimas as pessoas que ao longo destes 61 anos o Pe. Ângelo acolheu, escutou, aconselhou, absolveu dos seus pecados, foi instrumento da misericórdia de Deus", sublinhou D. Joaquim Mendes, Bispo Auxiliar de Lisboa, durante a missa exequial do padre Angelo, que pertencia à Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus (dehonianos).

Natural de Pádua, o padre Angelo Favero veio para Lisboa ainda jovem sacerdote. "Certamente que o primeiro sentimento que nos ocorre nesta celebração é de ação de graças ao Senhor pelos 98 anos de vida do nosso caríssimo Pe. Ângelo, e, destes, 79 de vida religiosa e quase 73 de sacerdócio. Uma vida longa, fecunda, totalmente dedicada ao Senhor e à Igreja. A vida de um sacerdote é sempre um ato de generosidade e de amor de Deus para com o seu povo. Assim foi a vida do Pe. Ângelo, que chegou a Portugal muito jovem, com 35 anos e depois de algum tempo de capelão da Comunidade das Irmãs Doroteias no Linhó, exerceu o ministério sacerdotal, aqui nesta igreja de Nossa Senhora do Loreto, durante 61 anos", acrescentou D. Joaquim.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

A família, espaço de resistência

Se eu fosse filmado secretamente...