segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Arranjará maneira de continuar a "editar" o Povo

MARGARIDA NETO /  facebook   12/10/2016

Nunca estamos preparados. Por isso o choque e a incompreensão iniciais. Pois não ia ele em peregrinação a Fátima? Fazendo o caminho que tanto amava? Como se morre assim? Que quer isto dizer? Com inquietação por dentro, recordo tanta coisa do Pedro. Sou-lhe eternamente grata pela amizade e pela edição do Povo. Dizia-lhe isso de todas as vezes que o encontrava. E ele, com humildade, dizia que não fazia nada de mais. Em 1997, no primeiro referendo do aborto, quando na televisão 
se dizia que perdíamos, o Pedro somava os resultados freguesia a freguesia. Foi o primeiro a gritar bem alto - Ganhámos! Ganhámos! Não esqueço esse grito, essa alegria, esse milagre. Ficámos mais Povo a partir de então. Sei que o Pedro estava preparado. Sei que ele está onde queria estar. Chegou a Fátima, antes de nós. Será do céu que continuará a amar a sua família. Estou certa de que arranjará uma maneira de continuar a "editar" o Povo.
Obrigada Pedro!
Enviar um comentário