Tratar o paciente e não a doença

POVO   05.01.17


O bom médico trata a doença; o médico excepcional trata o paciente que tem a doença. 

William Osler (1849-1919)
Médico canadiano, considerado um dos ícones da medicina moderna.



Cá em casa começámos o ano com uma virose, o nosso filho Pedro, como é hábito, tendo que ser tratado no Hospital de Santa Maria, esse lugar onde aprendemos continuamente o especial sentido do tempo. Estar doente, como me aconteceu também a mim esta semana, muda o olhar sobre o que significa ser vivo e a condição de dependência que partilhamos todos. Quando essa dependência é abraçada nasce a gratidão que tem pautado a nossa experiência com a doença do nosso filho Pedro.
Rezemos pelos doentes que enchem os hospitais do nosso país e pelas equipas que ajudam no seu alívio e recuperação. 



No Ano Centenário das Aparições de Nossa Senhora de Fátima, relembramos o pedido de Nossa Senhora de a consolar com a devoção reparadora dos 5 primeiros sábados. É um gesto que pede uma fidelidade difícil de cumprir sozinho, por isso a Igreja de Nossa Senhora da Encarnação, ao Chiado convida nos próximos 5 meses, a este momento de oração reparadora com o seguinte horário: 

10h30 - Adoração pessoal
11h00 - Terço meditado e Benção do Santíssimo
12h00 - Santa Missa

(comunhão reparadora e confissão)



POSTS DESTA SEMANA
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

O grande educador sexual

Suécia persegue parteiras que se negam a praticar abortos