sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Frase do dia

A educação é o ponto em que decidimos se amamos o mundo o suficiente para assumirmos a responsabilidade por ele. 

Hannah Arendt





Salientar a positividade é, não só um desafio, como uma responsabilidade. Temos nestas semanas testemunhado e pactuado com uma grande irresponsabilidade na tomada de posse do novo Presidente dos Estados Unidos. As manifestações nas ruas e as notícias publicadas nos media são,  não só uma falta de respeito por aquele que (quer se queira quer não) foi eleito Presidente como, mais grave ainda, mostram uma falta de respeito pelos fellow citizens que lhe deram os votos. 

É de facto curioso que esta falta de respeito seja demonstrada em nome da tolerância, da diversidade e de uma liberdade que leva exactamente àquilo que é consensualmente desagradável na vida pessoal do novo Presidente.  Nas muitas comparações feitas entre as duas famílias presidenciais, a família Obama com pai, mãe e filhas é, aos olhos de todos, mais agradável e popular que a família Trump, com filhos de 3 mulheres diferentes. Mas aqueles que mais salientam estas diferenças com escândalo são aqueles que continuam naquilo que chamam a luta por estes novos direitos, como o do divórcio legalmente facilitado, que facilitou exactamente a reconstrução da família que está agora, de forma tão contestada, na Casa Branca. 

'Mas é porque ele não respeita as mulheres'! poderão dizer. Diz uma mulher americana, que em nome desta liberdade, nem as mulheres respeitam as mulheres. Não será no momento em que "Amai-vos uns aos outros como eu vos amei" deixa de ser mandamento, para passar a ser uma questão de direito, que deixamos de ser irmãos para passarmos a ser juízes, lançando sentenças publicas sobre tudo e todos?

Cada um de nós tem na responsabilidade com que fala dos outros e partilha notícias, uma oportunidade para se perguntar se aquilo que o leva a fazê-lo é o amor ao próximo como Deus nos amou, ou uma ideologia. A esta ponderação Hannah Arendt chama educação, que é a mesma ponderação que sempre pautou a edição deste POVO. Por esta educação, vale a pena lutar, mas essa luta não é feita na rua, mas antes no coração de cada homem e mulher




POSTS DA SEMANA

Enviar um comentário