Uma lição

RR on-line, 090403
Aura Miguel

Os bispos condenam toda a espécie de paternalismo no modo como os de fora olham para África, exigem respeito pelos valores essenciais e dignidade dos seus povos e agradecem ao Papa a sua mensagem de amor que é a prioridade para todos.


Ainda a propósito das polémicas provocadas pela recente visita do Papa, vale a pena sublinhar a nota da conferência episcopal regional da África ocidental, agora publicada.

Em primeiro lugar, os bispos manifestam o seu espanto pela manipulação ultrajante e planeada dos “media” contra o Papa que, ao retirarem do contexto uma sua frase e ocultando tudo o resto do que ele disse, atacam a própria Igreja e a sua missão.

Os bispos recordam, em segundo lugar, que a sida não se combate destruindo as bases morais e espirituais dos homens, nem fragilizando os adolescentes e jovens com slogans publicitários e distribuição de preservativos – uma irresponsabilidade que os bispos classificam de crime contra a humanidade.

A nota termina com um “não ao pensar por procuração!”. Porque os africanos sabem pensar por si e não precisam que outros falem em seu nome. Os bispos condenam toda a espécie de paternalismo no modo como os de fora olham para África, exigem respeito pelos valores essenciais e dignidade dos seus povos e agradecem ao Papa a sua mensagem de amor que é a prioridade para todos.

Que bela lição que os africanos nos deram!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Se eu fosse filmado secretamente...

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

OS JOVENS DE HOJE segundo Sócrates