Vaticano: Francisco encerra trilogia de Bento XVI

Primeira encíclica surge três meses e meio após início do pontificado e aborda tema da fé
Cidade do Vaticano, 05 jul 2013 (Ecclesia) – A primeira encíclica do Papa Francisco, denominada 'Lumen fidei' (Luz da Fé), que vai ser apresentada hoje no Vaticano, encerra a trilogia iniciada por Bento XVI sobre as virtudes teologias (fé, esperança e caridade).
O agora Papa emérito publicou em janeiro de 2006 a 'Deus caritas est' (Deus é amor), um texto no qual Bento XVI procura apresentar uma "fórmula sintética da existência cristã": Deus é amor e os cristãos acreditam nesse amor, fazendo dele a "opção fundamental" da sua vida.
A segunda parte da trilogia, 'Spe salvi' (Salvos na esperança) foi assinada em 2007 e aborda o tema da esperança cristã, num mundo dominado pela descrença e a desconfiança perante as questões relacionadas com o transcendente.
A palavra "encíclica" vem do grego e significa "circular", carta que o Papa enviava às Igrejas em comunhão com Roma, com um âmbito universal, onde empenha a sua autoridade primeiro responsável pela Igreja Católica.
Esta forma de magistério nasceu com Bento XIV (1740-1758) e Francisco vai agora assinar a 297ª encíclica na história da Igreja.
A publicação foi anunciada no último dia 13 pelo portal de notícias do Vaticano "news.va", adiantando que Francisco tinha anunciado a sua intenção de concluir o documento sobre o tema da fé iniciado por Bento XVI.
Segundo o atual Papa, a nova encíclica sobre a fé é um "documento forte" e será escrita a "a quatro mãos".
"A transmissão da fé cristã é o objetivo de uma nova evangelização e de toda a obra evangelizadora da Igreja, que existe para isso mesmo", disse Francisco, num discurso aos membros do XIII Conselho Ordinário da Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos (Santa Sé).
O Papa referiu depois que a expressão "nova evangelização" ajuda a tomar consciência de que "mesmo nos países da antiga tradição cristã" é necessário um "renovado anúncio do Evangelho", que não seja "superficial" nem marcado pela "rotina", mas proporcione um "encontro com Cristo que transforme verdadeiramente a vida".
A conferência de imprensa de apresentação da 'Lumen fidei' contará com a participação dos prefeitos da Congregação dos Bispos, cardeal Marc Ouellet; da Congregação para a Doutrina da Fé, D. Gerhard Ludwig Müller; e do Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização, D. Rino Fisichella.
O título de uma encíclica é o começo do texto, na sua versão oficial em latim.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Se eu fosse filmado secretamente...

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

A família, espaço de resistência