A tarefa educativa

Esta semana foi dominada pelos casos de violência próxima. Próxima, porque em Portugal e em ambientes vulgares - escolas e cidades pequenas.
A estranheza é, numa primeira impressão explicável. Porém, se calhar, somos nós que nos deixamos iludir.
Henrique Raposo diz que os nossos filhos não são bons. Pelo menos se não nos damos ao trabalho de os educar. 
Educar é o que faz Inês Teotónio Pereira que impõe regras disciplinares apertadas aos seus filhos. Entretanto, a sociedade como um todo não devia, segundo Graça Franco, ser permissiva com formas mascaradas de violência.
Mas a maior responsabilidade e a maior tarefa que não termina nem tem férias é a tarefa educativa. E nisto somos todos sujeitos porque cada gesto adulto é um gesto educativo. Para o bem ou para o mal.
Pedro Aguiar Pinto

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Se eu fosse filmado secretamente...

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

A família, espaço de resistência