O POVO recomeda: This is Us

- "Sabem o que é que vende tanto como sexo?" dizia-nos no outro dia um padre nosso amigo.
- "A Família."


Que seja verdade vê-se bem na resposta impressionante do público a esta série nos Estados Unidos. É que esta família está a vender, e bem, e por duas boas razões: o Pai e a Mãe.

Chegada à 2ª temporada, 'This is us' surpreende pelo foco que dá à vida 'normal' de uma família. Claro que são retratados pelo meio, assuntos estratégicos da sociedade americana (o racismo, a obesidade...), mas acima de tudo, surpreende pelos retratos do Pai e da Mãe. 


Sobre o pai, disse numa entrevista o actor desse papel:  "Ele não quer ouvir o médico falar dos riscos. Não. Três filhos e uma mulher saudável - É isto. Mas vamos vê-lo evoluir e ganhar consciência do sentido real da sua vida." É para lá do optimismo inicial. Aprofunda o sentido de responsabilidade que é precisa para educar aquela família, suportar aquela família, talvez até morrer por aquela família." Milo Ventimiglia





"Maridos, amai as vossas mulheres, como Cristo amou a Igreja" (Efésios, 5 25).

Um pai que se entrega à sua família, ao ponto de dar a sua própria vida, como Cristo fez pela sua Igreja, é old-school, mas pelos visto também é viral, mesmo no séc. XXI. A internet encheu-se de referências a esta personagem que anda a conquistar o coração de uma geração de mulheres independentes. Porquê?  Porque se calhar é para este amor, que fomos mesmo feitos. 










Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

A família, espaço de resistência