Não há vida sem tsunami

Acompanhando a tragédia do incêndio de Perdigão Grande, lembrei-me desta sobrevivente do Tsunami de 2004 no Oceano Índico.

"Não há vida sem tsunami."

Esta sua frase, fez segui-la até ao fim da sua conferência. A forma como viveu e quase morreu no Tsunami e e como vive marcada por ter sobrevivido depois de assistir ao horror, é muito correspondente para mim e pode ser de ajuda a todos na busca de sentido perante aquele que foi o mais letal incêndio que se conheça em Portugal.



María Belón - LQDVI Barcelona 2013 from Lo Que De Verdad Importa on Vimeo.
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

Suécia persegue parteiras que se negam a praticar abortos

Gomes-Pedro: “A mãe não precisa de descansar e dormir, precisa é de namorar com o seu bebé”