segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

20 de Fevereiro: Dia dos Pastorinhos Jacinta e Francisco Marto


BEATOS FRANCISCO E JACINTA MARTO


FRANCISCO MARTO


Nasceu a 11 de Junho de 1908.
Faleceu a 4 de Abril de 1919.
Foi beatificado em Fátima por João Paulo II, a 13 de Maio de 2000.
Já na sua humilde família aprendeu com sua irmã Jacinta a conhecer e louvar a Deus e a Virgem Maria.
Um anjo e a Santíssima Virgem exortaram-no a rezar e a fazer penitência pela remissão dos pecados, para obter a conversão dos pecadores e a paz para o mundo. A partir de então teve só uma preocupação: cumprir os pedidos do Anjo e de Maria, progredindo assim continuamente no caminho da perfeição.
Foram as palavras do Anjo «Consolai o vosso Deus» que vivamente impressionaram o Francisco e orientaram toda a sua vida. Ele quis ser o Consolador de Jesus principalmente pela recitação do terço e pela adoração a Jesus Escondido no sacrário da igreja paroquial.
Em Fátima, a 13 de Maio, no ano jubilar 2000, o Papa João Paulo II inscreveu-o no número dos bem-aventurados.
1908
Junho 11: nasce em Aljustrel, paróquia de Fátima, penúltimo dos sete filhos de Manuel Pedro Marto e Olímpia de Jesus.
Junho 20: é baptizado com o nome de Francisco na Igreja paroquial de Fátima.
1916
Com 8 anos começa a pastorear o rebanho de seus pais.
Primavera: 1.ª aparição do Anjo no Cabeço.
Verão: 2.ª aparição do Anjo no poço do Arneiro.
Outono: 3.ª aparição do Anjo no Cabeço.
1917
Maio, Junho e Julho 13: 1.ª, 2.ª e 3.ª aparições de Nossa Senhora na Cova da Iria.
Agosto 13: é levado para  Vila Nova de Ourém.
Agosto 15: regressa a Aljustrel.
Agosto 19: 4.ª aparição de Nossa Senhora nos Valinhos.
Setembro e Outubro 13: 5.ª e 6.ª aparições de Nossa Senhora.
1918
Outubro 18: adoece com a epidemia da gripe espanhola.
1919
Março 19: agrava-se a doença.
Abril 2: recebe o sacramento da Reconciliação pelo Padre Moreira.
Abril 3: recebe o Viático – 1.ª Comunhão.
Abril 4: morre serenamente pelas 22h00.
Abril 5: é sepultado no cemitério de Fátima.

1950
Março 29: D. José Alves Correia da Silva, Bispo de Leiria, recebeu licença, da Sagrada Congregação dos Ritos, para organizar o Processo Diocesano sobre a fama de santidade, virtudes e milagres do Francisco.
1952
Fevereiro 17: identificação dos seus restos mortais.
Março 13: trasladação para a Basílica de Fátima.
Abril 30: início do processo informativo diocesano (63 sessões e 25 testemunhas).
1979
Agosto 1: encerramento do processo.
Agosto 3: entrega do processo à Sagrada Congregação dos Santos.
Dezembro 20: abertura do processo em Roma.
1989
Maio 13: João Paulo II decretou a heroicidade das virtudes de Francisco (decreto sobre as virtudes) concedendo-lhe o título de venerável.
1997
Junho 26: entrega em Roma do processo sobre a cura de Emília Santos.
1999
Junho 28: decreto sobre o milagre da cura de Emília Santos.
2000
Maio 13: beatificação, em Fátima, pelo Papa João Paulo II.


JACINTA MARTO

Nascida a 11 de Março de 1910.
Falecida a 20 de Fevereiro de 1920.
Beatificada em Fátima por João Paulo II, a 13 de Maio de 2000.
Já na sua humilde família aprendeu com seu irmão Francisco a doutrina cristã.
Um anjo e a Santíssima Virgem exortaram-na a rezar e a fazer penitência pela remissão dos pecados, para obter a conversão dos pecadores e a paz para o mundo. A partir de então fez todos os sacrifícios possíveis para converter os pecadores e desagravar o Coração Imaculado de Maria. Dedicava um amor especial também ao Santo Padre. «Sofro muito, mas ofereço tudo pela conversão dos pecadores e para reparar o Coração Imaculado de Maria, e também pelo Santo Padre», confidenciou a Lúcia. «No Céu vou amar muito a Jesus e o Coração Imaculado de Maria», declarou pouco antes de morrer.
Em Fátima, a 13 de Maio, no ano jubilar 2000, o Papa João Paulo II inscreveu-a no número dos bem-aventurados.

1910
Março 11: nasce em Aljustrel, paróquia de Fátima; sétima e última filha de Manuel Pedro Marto e Olímpia de Jesus.
Março 19: é baptizada na Igreja paroquial de Fátima.

1916
Com 6 anos começa a trabalhar como pastorinha juntamente com seu irmão acompanhando o rebanho dos seus pais.
Primavera: 1.ª aparição do Anjo na Loca do Cabeço.
Verão: 2.ª aparição do Anjo no poço do Arneiro.
Outono: 3.ª aparição do Anjo na Loca do Cabeço.

1917
Maio, Junho e Julho 13: 1.ª, 2.ª e 3.ª aparições de Nossa Senhora na Cova da Iria.
Agosto 13: é levada para Vila Nova de Ourém.
Agosto 15: regressa a Aljustrel.
Agosto 19: 4.ª aparição da Senhora nos Valinhos.
Setembro e Outubro, 13: 5.ª e 6.ª aparições de Nossa Senhora na Cova da Iria.

1918
Outono: adoece com a epidemia da gripe espanhola.

1919
Abril 4: Morte de Francisco.
Julho 1 a Agosto 31: é internada no Hospital de Vila Nova de Ourém.

1920
Fins de Janeiro: é admitida no Orfanato de N. Sr.ª dos Milagres, em Lisboa.
Fevereiro 2: é internada no Hospital de D. Estefânia.
Fevereiro 10: é operada.
Fevereiro 16: aparece-lhe Nossa Senhora e fica sem dores.
Fevereiro 20: recebe o sacramento da Reconciliação pelas 20h00.
Fevereiro 20: morre pelas 22h30.
Fevereiro 24: é sepultada em Vila Nova de Ourém.

1935
Setembro 12: trasladação do seu corpo para o Cemitério de Fátima.

1950
Março 29: D. José Alves Correia da Silva, Bispo de Leiria, recebeu licença, da Sagrada Congregação dos Ritos, para organizar o Processo Diocesano sobre a fama de santidade, virtudes e milagres da Jacinta.

1951
Abril 30: identificação dos seus restos mortais.
Maio 1: trasladação para a Basílica de Fátima.

1952
Abril 30: início do processo informativo diocesano (77 sessões e 27 testemunhas).

1979
Julho 2: encerramento do processo.
Agosto 3: entrega do processo à Sagrada Congregação dos Santos.
Dezembro 20: abertura do processo em Roma.

1989
Maio 13: João Paulo II decretou a heroicidade das virtudes de Jacinta (decreto sobre as virtudes) concedendo-lhe o título de venerável.

1997
Junho 26: entrega em Roma do processo sobre a cura de Emília Santos.

1999
Junho 28: decreto sobre o milagre da cura de Emília Santos.

2000

Maio 13: beatificação, em Fátima, pelo Papa João Paulo II.

Enviar um comentário