Se eu pudesse

POVO  21.02.2018

"Se eu pudesse meter no coração de toda a gente o lume que tenho cá dentro no peito a queimar-me e a fazer-me gostar tanto do Coração de Jesus e do Coração de Maria!"

Jacinta Marto


Enquanto escrevo estas linhas, avisto da minha janela um verdadeiro santuário no coração de Lisboa: o Hospital de D. Estefânia. Ali morreu a 20 de Fevereiro de 1920, Santa Jacinta Marto que ontem se celebrou, juntamente com o seu irmão S. Francisco, pela primeira vez, na Igreja de todo o mundo. A sua vida e morte aproximou tantos destes Corações que ardiam dentro do dela. Que sejamos nós também incluídos nesses tantos e aproveitemos estes 40 dias, para nos aproximar.


S. Francisco e S. Jacinta, rogai por nós.

Continuação de  Santa Quaresma, para todos.
Inês Aguiar Pinto Dias da Silva

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

A família, espaço de resistência

Sou mãe de um forcado. E agora?