O pai, a mãe e o professor


POVO 11.12.2017


"Para que um país se torne livre de corrupção e uma nação de belas mentes, acredito que existem três membros-chave da sociedade que podem fazer a diferença. O pai, a mãe e o professor."

Abdul Kalam
11º presidente da Índia (2002-2007)


Em plena season dos donativos e da boa vontade, eis que chega o escândalo da Raríssimas.

Particularmente próxima à causa em questão como mãe de uma criança com doença rara, recebi primeiro a notícia este fim-de-semana numa partilha de mães que a mim se unem pela mesma razão. Ao tentar ver a reportagem entro no site da TVI que me recebe com um grande anúncio do seu Reality Show de sucesso, uma outra fábrica de escândalos que compramos todos os dias... muito dinheiro que poderia ter outro uso, outra gestão e que pouparia o prejuízo de melhores causas.

São, assim, oportunas estas sugestões de Natal sobre a indispensável associação entre a liberdade e o sentido de dever.  Não só para dirigentes e gestores de dinheiros públicos e da comunicação social, mas para os dirigentes e gestores das novas gerações: o pai, a mãe e os professores. 

Como mãe, partilho da sensação que os nossos filhos têm coisas a mais. E vim a descobrir, recentemente, que na creche (IPSS) que a nossa filha Leonor frequenta, há famílias que passam fome e que não pagam propinas. Com toda a discrição que eu hoje excepcionalmente quebrarei, a Escola no Chiado do Centro Social Paroquial Nossa Senhora da Encarnação, recebe estes alunos e as suas famílias com um currículo semelhante ao de um colégio privado, com aulas precoces de inglês, educação artística e musical e prepara caixas com os restos do almoço para que as famílias possam levar para a hora do jantar. 

Porquê? Porque estão certas de que uma bela mente é gerada por um pai, uma mãe e um professor.  Esta IPSS não consegue fazer campanhas em Centros Comerciais e não tem brindes para oferecer, tem estado ocupada a educar estas crianças, a ajudar estas famílias e a fazer as contas para cada mês, mas precisa muito da nossa ajuda para sustentar as bolsas destes alunos. Deixo assim a sugestão de oferecer as estas crianças não um brinquedo mas o melhor presente que há: a Escola. 

A Escola no Chiado recebe todos os donativos em PT50 0035 0396 00150024832 78.
Pode-se especificar a transferência como "donativo bolsas" e deixar contacto para envio de recibo.



POSTS mais RECENTES:
 



AGENDA: 



HOJE!
11 de Outubro às 21h30
Auditório da Igreja de S. João de Brito
Conheça histórias concretas de conversões
na Rússia através de Nossa Senhora da Fátima. 


13-17 DE DEZEMBRO
ALMDADA



7-22 de DEZEMBRO



Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

A família, espaço de resistência