Faz essa obra!

PEDRO ARROJA   2017

LIVRO COMPLETO "O JOÃOZINHO" - http://portugalcontemporaneo.blogspot.pt/2017/09/joaozinho-vol-i.html

CAP 9

E, de repente, Deus colocou diante de mim - pela mão do Professor António Ferreira - uma obra monumental. Fazer um hospital de crianças por via mecenática no valor de 20 milhões de euros.

Nem hesitei. Obras para crianças eu sabia fazer, na realidade a maior parte da minha vida e - concluía eu agora, a melhor - tinha sido passada a trabalhar para crianças. Eu iria fazer esta obra.

Há mais de vinte anos que a obra era devida. As crianças internadas na pediatria do segundo maior hospital do país - e primeiro, em termos universitários - estavam agora instaladas numa construção feita de contentores metálicos.

Se o Estado não tinha feito a obra até então, não era naquela altura que a iria fazer de certeza. Estávamos em finais de 2013, sob o regime de austeridade nas despesas públicas imposto pela troika.

Numa visita, anos antes, a um hospital da Grã-Bretanha, o Professor António Ferreira tinha tomado contacto com a tradição britânica da filantropia, que se resume numa frase simples: . Não fica à espera que alguém venha fazer por ela.

E ele próprio em 2009 tinha dado início ao Projecto de construir por via filantrópica a nova ala pediátrica do Hospital de S. João - um Projecto que viria a ficar conhecido pelo nome de Joãozinho. Porém, sem tradição no país, os resultados tinham sido até à data modestos.

Não apenas eu sabia fazer obras para crianças como conhecia a tradição filantrópica anglo-saxónica porque eu próprio tinha participado em pequenos projectos desta natureza no seio da comunidade portuguesa nos anos que vivi em Ottawa. A dimensão agora é que era outra.

Mas este pedido, caído assim do céu, logo da primeira vez que vi o Professor António Ferreira - numa reunião destinada a falar sobre a apresentação do meu livro - tinha um significado especial para mim.

Era uma ordem:

-Faz essa obra ...

Costuma dizer-se que ninguém faz nada de graça, excepto Deus - e eu não sou excepção.

Em breve compreendi qual poderia ser a recompensa.

No dia 13 de Janeiro de 2014 era constituída a Associação Humanitária "Um Lugar para o Joãozinho" comigo a presidente (*).


(*) Na página da Associação, o novo hospital pediátrico a construir é o edifício em primeiro plano, situado à direita, e que ficará ligado ao edifício principal do HSJ.

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16 de Julho - Nossa Senhora do Carmo

A família, espaço de resistência

Sou mãe de um forcado. E agora?