segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Oração a Nossa Senhora de Fátima por ocasião da visita da Sua imagem a Lisboa


Mãe de Deus e nossa Mãe, Nossa Senhora de Fátima, Rainha de Portugal e do mundo inteiro:

Fazei-nos seguir o vosso Filho, no apelo evangélico à decidida conversão a Deus e ao serviço do próximo, sobretudo dos que mais precisam de ser acolhidos, respeitados e amparados, ao longo do percurso completo da vida de cada um. Olhai por todas as mães, para que recebam o dom dos seus filhos, desde o momento da sua conceção, contando com o apoio dos seus familiares e duma sociedade que legal e praticamente reconheça o valor da vida como o primeiro dos valores, imprescindível base de todos os demais.

Olhai pelos pais, para que os filhos contem com a complementar referência feminina e masculina, indispensável no seu todo ao crescimento humano, que essencialmente a requer.
Assim foi convosco e com o Menino que concebestes e depois destes à luz; com o Menino que criastes do presépio de Belém ao exílio do Egito e a Nazaré da Galileia. E sempre contando com a paternal figura de José, que vos aceitou por esposa e adotou Jesus, assim mesmo acompanhando os dois o seu «crescimento em sabedoria, estatura e graça, diante de Deus e dos homens» (cf. Lc 2, 52), verdadeiro objetivo de toda a educação.

Sabemos que não deixais de olhar por nós, atenta como estivestes ao que faltava nas bodas de Caná e indicando-nos Jesus como resposta ao que carecemos de mais definitivo e importante. Consagramo-nos por isso ao vosso amor materno, que é também o amor que Vós própria consagrais a Deus e a todos nós, por amor de Deus.

Como mãe e mestra, ensinai-nos a estar igualmente próximos das necessidades dos outros e a acompanhá-los na vida e até à morte natural, não lhes faltando nunca com os cuidados e a convivência onde o amor realmente se comprova, em especial na doença e na agonia, como Vós mesma estivestes junto à cruz do vosso Filho.

Ensinai-nos sempre e avivai-nos agora a verdade de Cristo. Hoje como então, é pela maneira como nos amarmos que todos nos reconhecerão como seus discípulos. - Assim o fostes Vós, ó Mãe de Misericórdia! Assim o seremos convosco, os que aqui estamos com gratidão e compromisso, para que a Mensagem que deixastes em Fátima realize em nós e por nós o Evangelho de Cristo!

+ Manuel, Cardeal-Patriarca
Enviar um comentário