Uma vitória histórica da direita

Henrique Raposo | Expresso 04.10.2015 22h09

(Notas de uma noite eleitoral)
  1. É uma vitória histórica da direita, só superada pelas vitórias da velha AD. É histórica porque surge depois da governação mais difícil desde 83-85. É histórica porque mostra que o país não é tão de esquerda como se diz. Há um abismo quase absurdo entre o retrato feito pelos média e a sociedade portuguesa.
  2. É histórica porque força a esquerda a pensar na vida. A esquerda tem de mudar. O Livre é um bom indicador dessa mudança. A ausência de uma unidade de esquerda sobre pontos-chave (Nato, UE, euro, etc.) não pode continuar passados 40 anos.
  3. É histórica porque é a derrota mais dolorosa da história recente do PS. António Costa era o salvador, foi recebido e protegido pelos mistérios da 'boa imprensa', mas acaba derrotado. Espero que esta derrota seja o início de uma nova era no PS - é necessário dialogar à esquerda.
  4. Se a esquerda não mudar, se não abandonar o radicalismo, a aliança de direita continuará no poder por tempo indeterminado.
  5. Com ou sem maioria absoluta de Passos -Portas, Sá Carneiro já ganhou.
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

O grande educador sexual

Suécia persegue parteiras que se negam a praticar abortos